Bio: Filipe Costa, Senior Associate da Brazil Venture Capital

Filipe Costa, Senior Associate da BVC

Eu nasci e cresci em São Paulo, no Brasil. Acompanhar o surgimento e rápido crescimento das primeiras empresas de Internet atraiu minha atenção para a rápida transformação através da tecnologia de informação e comunicação (TIC) e a possibilidade de solução dos problemas da vida e da sociedade, através da inovação.

Sempre tive interesse no empreendedorismo e durante a graduação na FGV-EAESP, participei da trilha de Empreendedorismo, do Professor Marcos Cobra, uma das raras disciplinas sobre o assunto na faculdade de Administração de Empresas. Tive também uma rara oportunidade de estágio em vendas em uma startup de VoIP em 2004.

Em 2006, após a graduação trabalhei em uma consultoria de gestão do conhecimento e inovação, chamada TerraForum (adquirida pela Globant), ajudando corporações líderes em diferentes indústrias a criar programas de inovação, geração de ideias e corporate venture.

Pude aprender muito, em especial com a interação com a equipe de desenvolvimento e programação de software, produzindo especificações técnicas, funcionais e wireframes. Conhecimento que passei imediatamente a aplicar em projetos pessoais. Foi um passo fundamental para decidir largar a consultoria e o mundo corporativo para empreender.

Entre ideias para tentar mudar o mundo, promovendo colaboração e engajamento cívico e social, através das novas tecnologias da chamada web 2.0, fundei com um amigo a empresa Intentio, que surgiu na Automatos e foi incubada na Ideiasnet e recebeu investimento semente e de anjos.

Entre pivotadas para nos adaptar às constantes mudanças na tecnologia de aplicativos social commerce, provemos de serviços de desenvolvimento de software e marketing digital, a lançamento de canais próprios com integração de e-commerce.

A trajetória não foi fácil, mas prazerosa e, dentre as muitas turbulências da montanha russa da vida de startup, cada pequena conquista foi extremamente recompensadora, com muito aprendizado sobre as dificuldades de se desenvolver um negócio, validar um modelo de negócio e monetizar um serviço ou produto.

A experiência durou bons 6 anos, período em que tive oportunidade de apresentar alguns projetos para diversos parceiros, clientes e investidores, participando inclusive de competições de pitch a investidores internacionais.

Passei a fazer mentorias com foco em validação e crescimento de negócios para o Programa Inovativa, Startup Weekend, Founder Institute, entre outros, e ajudar empreendedores com potencial a navegar no mundo de investimentos.

Conforme o suporte público e privado ao empreendedorismo inovador amadurecia, percebi a fragmentação estrutural do nosso ecossistema causado pela falta de dados atualizados sobre startups.

Foi a origem da nova ideia de negócio, que resultou na novare.vc, plataforma de gestão de portfólio para monitoramento de métricas de empresas investidas por aceleradoras e fundos de venture capital, aplicando metodologias como Lean Analytics e Customer Development.

O MVP foi validado pelo gestor de portfólio do programa Startup Brasil e acelerado pela Startup Farm em 2016, que nos projetou para o incipiente mercado de aceleradoras. Nascemos com perspectiva global, já que o mercado era pequeno e naturalmente buscamos expandir para fora.

Em 2019, fomos acelerados pela Startup Wise Guys, da Estônia. O programa foi virtual, mas nos ajudou a melhorar nosso pitch e a entender o mercado europeu. Abriu as portas, também, para nos conectar com a investory.io, empresa líder no segmento no mercado europeu, que resultou na fusão, em que fui absorvido como Partner com foco em Business Development (ESOP).

Dentre as experiências que pude viver graças ao empreendedorismo, ressalto o contato com diversas culturas e áreas de conhecimento e o convívio com pessoas criativas e analíticas, inteligentes e perseverantes.

O empreendedorismo me possibilitou fazer minha primeira viagem à Europa e Ásia, ao ser convidado para fazer pitch na Bloom Conference na Itália em 2013 e speech no Startup Thailand em 2018, além de viver por alguns meses na Lituânia para participar de batch de Fintech da SWG, em 2019.

Hoje, trago o espírito de empreendedorismo e a paixão por contribuir para o sucesso dos empreendedores para a Brazil Venture Capital.

Somos focados em transformar o cenário brasileiro através de investimentos em startups inovadoras e impactantes no cenário nacional e internacional.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store